Envie seu whats:
(54) 99673-0977


ESPORTES

Direção do Inter avalia jogar e treinar fora do Rio Grande do Sul e projeta 45 dias longe do Beira-RioDireção do Inter avalia jogar e treinar fora do Rio Grande do Sul e projeta 45 dias longe do Beira-Rio

Compartilhe:
Publicado em 16/05/2024, Por O Sul

Até o fim desta semana, o Inter deverá definir o local que servirá de nova sede temporária. Por mais que o desejo fosse de permanecer em Porto Alegre ou no Rio Grande do Sul, o cenário atual indica uma tendência do clube de deixar o Estado, tanto para treinos quanto para jogos. Com o gramado do Beira-Rio danificado após o recuo das águas e o CT Parque Gigante ainda alagado, o Inter deverá ficar afastado de seu estádio por mais de um mês.

A diretoria colorada acredita que precisará mandar partidas em uma nova sede por cerca de 45 dias. Para dar continuidade aos trabalhos, o Beira-Rio precisará passar por uma desinfecção.

O Complexo Esportivo da PUCRS, que acolheu o time nesta terça-feira (14) e receberá os próximos treinamentos, tem um gramado bom, mas com vestiário e academia sem os requisitos para um período mais longo.

O Inter teme uma perda total da estrutura do CT Parque Gigante. Todavia, quando o Beira-Rio estiver em melhores condições, o time poderá trabalhar no estádio ou utilizar as instalações da Morada dos Quero-Queros, complexo da base em Alvorada.

O clube sabe que, mesmo com a situação da enchente, a pressão ocorrerá antes mesmo da bola rolar. Uma sequência de derrotas incomodaria o torcedor colorado, que hoje pretende ver o time no Rio Grande do Sul.

Com a dificuldade de permanecer em solo gaúcho, direção e comissão técnica discutem os próximos passos. O Inter foi procurado por outras equipes brasileiras que ofereceram suas estruturas. Entretanto, há obstáculos para definir a próxima casa colorada.

É imperioso que o local reúna condições de abrigar mais de 40 pessoas, entre jogadores e comissão, uma academia compatível com as necessidades do clube e qualidade nos gramados para receber as atividades.

A logística e a proximidade com torcida também entram nessa avaliação. O Inter procura um destino que minimizasse os deslocamentos para atuar “em casa” e que não complique a logística para jogar fora.

Além disso, o clube gostaria de estar em um local no qual tivesse a presença de torcedores colorados em jogos como mandante. Vistorias são realizadas para atender as solicitações de partidas da Conmebol. Os Estados de Santa Catarina e São Paulo estão no radar.

Os jogadores colorado estão cientes da situação. Ainda que o período indique uma dificuldade na proximidade com a família, todos se mostram solícitos ao período de sacrifício.

A próxima partida do Inter está marcada para o dia 28 de maio, quando recebe o Belgrano (ARG) pela Copa Sul-Americana.

(FOTO: ARQUIVO RÁDIO SANANDUVA)







Podcasts

Ver + JORNAL RSA NEWS Jornal dia 21 de Junho de 2024
JORNAL RSA NEWS Jornal dia 20 de Junho de 2024
ENTREVISTA Dr. José David Kartabil | Urologista