Envie seu whats:
(54) 99673-0977


ESPORTES

Brasil vence a Zmbia e est nas quartas de final do futebol femininoBrasil vence a Zmbia e est nas quartas de final do futebol feminino

Compartilhe:
Publicado em 27/07/2021, Por R7

O Brasil aproveitou a expulsão de uma jogadora de Zâmbia ainda no começo do primeiro tempo, e venceu a seleção africana por 1 a 0, na manhã desta terça-feira (27). Com a vitória, as brasileiras estão classificadas para as quartas de final do futebol feminino dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020.

No outro jogo do grupo F, a Holanda também venceu sua partida contra a China por 8 a 2 e, com isso, o Brasil ficou na segunda colocação da chave. Na próxima fase, marcada para a próxima sexta-feira (30), o Brasil enfrenta o Canadá, que passou em segundo no grupo E (atrás da Grã-Bretanha), às 5h.

Jogo pegado

O jogo começou bastante movimentado. Com três minutos de jogo, a seleção brasileira chegou pela primeira vez no ataque. Depois de uma bola cruzada na área, a defesa de Zâmbia se atrapalhou, mas a goleira Nali segurou bem o chute de Rafaelle.

No contra-ataque rápido, a artilheira zambiana Barbra Banda, que fez seis gols nos dois primeiros jogos, mandou para o gol e obrigou Bárbara a fazer uma bela defesa e, na sequência, agarrar novamente o chute do rebote.

Aos 8 minutos, novamente a seleção brasileira chegou com perigo. Após uma bela jogada de Ludmila, Bia Zaneratto recebeu livre na área, frente a frente com a goleira zambiana, mas teve o chute defendido.

Na sequência, Ludmila novamente foi para área, sofreu falta e acabou trombando com a goleira, que acabou se machucando e precisou ser substituída. Nesse mesmo lance, o VAR chamou a árbitra de campo para analisar no vídeo uma falta em Ludmila, e a zagueira Mweemba acabou sendo expulsa.

Na cobrança da falta, quase 10 minutos depois (por causa do atendimento à goleira), Andressa Alves mandou no canto esquerdo de Musole, que havia acabado de entrar no jogo, para abrir o placar a favor da seleção brasileira.

Pouco depois, em uma chegada de Zâmbia, a partida teve um momento preocupante. Em uma bola alta na área brasileira, Bia Zaneratto e Kundananji acabaram se chocando de cabeça e precisaram de atendimento. Mesmo sangrando, a jogadora zambiana ainda voltou para partida após o lance, mas a brasileira precisou ser substituída.

Com uma a mais em campo, o jogo foi todo de domínio da seleção brasileira. Mas a chance mais perigoso aconteceu aos 57 do primeiro tempo (o árbitro deu 14 minutos de acréscimo), quando a Andressa Alves pegou na entrada da área e mandou no travessão. Foi o último lance perigoso do primeiro tempo, que acabou em 1 a 0 para o Brasil.

Para o segundo tempo, a treinadora Pia Sundhage tirou as experientes Marta e Formiga, e colocou Duda e Júlia Bianchi. E a partida retornou do mesmo jeito que acabou o primeiro tempo: com a seleção brasileira com muita posse de bola, trocando passas e tentando lances ofensivos, mas sem ameaçar tanto o gol zambiano.

Conforme o tempo foi rolando no segundo tempo, o jogo ficou pegado, com muitos choques entre as jogadores das duas seleções. No final, as zambianas ainda tentou colocar pressão, já que somente o empate serviria para dar a classificação a elas. Mas não conseguiu sucesso nas investidas, e o jogo terminou 1 a 0 para o Brasil.

(FOTO: MOLLY DARLINGTON/REUTERS/ R7)





Podcasts

Ver + ENTREVISTA Sinara Padovani | Centro de Tratamento de gua da Corsan
ENTREVISTA Lorinaldo Bernardi | Vereador de Sananduva
ENTREVISTA Mrio Maurina | Diretor Presidente Sicredi